[ editar artigo]

O uso de dados na gestão escolar

O uso de dados na gestão escolar

Muito se fala sobre os dados serem o novo petróleo. De fato, as maiores empresas do mundo utilizam eles para melhorarem seus negócios. É certo que vários setores da sociedade já descobriram o potencial que os dados podem trazer aos seus negócios. Podemos então nos perguntar: como isso se aplicaria no setor educacional? Ou melhor, como posso utilizar os dados na minha escola?

Perguntas como essas estão cada vez mais presentes nas discussões educacionais brasileiras. Um claro exemplo disso pode ser visto na implementação da BNCC da educação infantil e ensino fundamental. Em seu guia de implementação, é recomendado que os gestores escolares utilizem os dados como um dos recursos que orientarão a revisão dos Projetos Pedagógicos de suas instituições de ensino. Assim, eles devem fazer uso de indicadores sociais da região da escola, verificar o desempenho da instituição nas avaliações nacionais e analisar também os dados produzidos internamente (notas de provas, taxas de frequência do aluno e entre outros).

As possibilidades são variadas e os resultados podem ser bastante significativos também. Por exemplo, se os dados como frequência e notas são coletados periodicamente, é possível fazer com que as escolas tenham uma análise consolidada do desempenho dos alunos e, assim, identificar automaticamente os alunos que apresentem uma queda brusca de desempenho. Através disso, a escola então pode agir diretamente sobre o aluno, buscando entender as suas dificuldades e procurando formas de ajudá-lo no aprendizado.

Uma outra possível utilização dos dados pode-se centrar na análise do desempenho escolar em avaliações nacionais. Anualmente variados testes nacionais ou estaduais são aplicados. Muito longe de uma única nota, como o IDEB, esses testes produzem milhões de informações que podem ser utilizados pelas instituições no melhoramento de seu desempenho. Através deles, as escolas podem identificar, por exemplo, o perfil social dos seus alunos, as disciplinas e assuntos com baixo desempenho e, até mesmo, a partir da comparação de seus resultados com escolas semelhantes, coletar boas práticas que podem ser aplicadas em suas instituições.

 

Para começar

É compreensível que nem todas as escolas possuem capacidade estrutural para ter uma equipe de dados interna. Por isso, muitas instituições vêm buscando estabelecer parcerias com empresas terceirizadas a fim de obterem apoio nessa coleta e análise dos dados. Contudo, nem sempre é necessário que as escolas desembolsem recursos financeiros para já realizarem algumas análises. Tanto o governo como organizações sem fins lucrativos vêm procurado desenvolver ferramentas que buscam apoiar os gestores escolares na tomada de decisão com base em evidências (QEdu, CIEB, GuiaedutecPainel ENEM).  A seguir apresentamos uma dessas iniciativas:

 

Painel de Relatórios do ENEM

Todos conhecem a abrangência do ENEM. Ele é um exame aplicado anualmente para milhões de pessoas do Brasil. Cada estudantes realiza provas extensas que somadas possuem 180 questões de múltipla escolha. É evidente, portanto, que milhões de dados valiosos são produzidos todos os anos. Alguns deles são tratados e disponibilizados para a população. É comum que em determinado período do ano, várias notícias são elaboradas apresentando as escolas com os melhores desempenhos nas grandes áreas de avaliação. Mas será que podemos aprofundar essas análises?

Para responder essas perguntas, foi elaborado o Painel de Relatórios do ENEM. Nele é possível baixar relatórios de desempenho por escola no ENEM. Assim, pode-se ter acesso à taxa de acerto da instituição em cada questão da prova e compará-la com a média nacional. Também é possível ver um relatório agregado de informações que possibilita à escola identificar qual foi o seu desempenho em cada tópico de determinada disciplina (cinemática, estequiometria, geografia do Brasil e etc).

Através de informações como essas, a escola pode, por exemplo, verificar assuntos que apresentaram um baixo desempenho e, a partir disso, pensar estrategicamente em como aumentar a taxa de aprendizado dos alunos nessas áreas. Também é possível verificar as competências e habilidades dos alunos que precisam melhor desenvolvidas.

 

Como obter os relatórios

Caso você deseje analisar os dados da sua escola e baixar os relatórios apresentados, basta seguir os passos:

  1. Clique no link: Painel de Relatórios do ENEM
  2. Selecione o município da sua escola
  3. Selecione o nome da sua escola
  4. Baixe os relatórios desejados ou um arquivo contendo as provas do ENEM

 

 


Gostou do texto? Seja membro

Faça o login (no canto superior direito) para ter acesso a materiais exclusivos, receber avisos de novos conteúdos relevantes para você e escrever artigos autorais que serão lidos por todo o público do Camadas Educacionais.

A comunidade é mantida pela Layers Education, referência em soluções de tecnologia para as escolas. Visite o site e conheça!

 

Camadas Educacionais
Ler conteúdo completo
Indicados para você