[ editar artigo]

MUSEU FIRST BRASIL - Como é ser Juiz Chefe de Arena do Torneio de Robótica FLL?

MUSEU FIRST BRASIL - Como é ser Juiz Chefe de Arena do Torneio de Robótica FLL?

Ser Juiz Chefe de Arena no Torneio de Robótica FLL é uma responsabilidade para juízes experientes, envolvidos com os torneios em suas diversas etapas, em especial, as regionais e nacionais. No Brasil temos já uma segunda geração em ação, e uma terceira em formação, vindo aí.  

Tive o privilégio de aprender com a primeira geração, já contei em outro artigo da série MUSEU FIRST BRASIL - brasileiro na arena do World Festival 2015, sobre o meu primeiro torneio como voluntário FIRST, em 2010. Foi uma etapa regional da temporada SMART MOVE, em que o Juiz chefe de arena era o Adriano Gifoni e o Animador Danilo Yoneshige, eu estava na função de juiz de arena, pela primeira vez! O Head geral desse evento foi o Tiuzão (Arnaldo Clemente)!

Foto: Etapa regional do Torneio de robótica FLL 2010 - SMART MOVE (da esq. para dir.) Danilo Yoneshige, Daniel Tiepo e Adriano Gifoni. Acervo pessoal.

 

Durante anos, me aventurei em muitas funções diferentes nos muitos torneios regionais que tive oportunidade de atuar. Ser voluntário FIRST no Brasil me possibilitou muito aprendizado e aprimoramento pessoal e profissional. E, foi experienciando todas as áreas (Core Values, Projeto de Pesquisa, Design do Robô) que eu tomei minha decisão de me fixar na arena (Desafio do Robô).

Da primeira geração de juízes, a Rosi foi a Juíza Chefe de arena com quem mais atuei como aprendiz, por quem tenho gratidão e admiração. Destaco uma das maiores experiências que tivemos juntos no Festival Internacional de Robótica em Belo Horizonte, 2014. 

Foto: Time de juízes de arena no Festival Internacional de Robótica 2014. Intercâmbio na arena com o Head do World Festival David Brooks. Acervo pessoal.

 

Dentro da arena do desafio do robô, são muitas funções que podemos exercer, além de juiz de mesa ou juiz central. Talvez as funções menos conhecidas seja, Juiz de mesa-de-treino e juiz conferencista (funções imprescindíveis em grandes eventos e etapas nacionais), tanto para garantir o cumprimento de parte das regras como também organizar o fluxo de entrada e saída da arena e das mesas de treino. Executei a função de conferencista nas etapas nacionais durante bastante tempo, de 2012 até 2016. Para ilustrar, faço referência a Etapa Nacional de 2015 - temporada World Class. Estava tudo maravilhoso para receber os 60 times finalistas no Distrito Federal.

Foto: Agencia CNI de notícias. Vista de cima da arena do desafio do robô na Etapa Nacional do Torneio de Robótica FLL 2015 - temporada World Class.  

 

Com o tempo, vamos nos tornando experientes e adquirimos "musculatura" para assumir desafios ainda maiores, com grande responsabilidade e liderança. Meu primeiro ano como Juiz Chefe foi em 2017 na temporada Hydro Dynamics. O primeiro desafio foi formar o time de juízes de arena iniciantes ou com pouca experiência. Essas formações, sempre foram muito importantes e, geralmente são feitas tanto para os Juízes chefes (continuamente) quanto para as novas gerações regionais de voluntários que aumenta a cada ano. 

Foto: Formação da equipe de juízes de arena da regional FLL de Pernambuco 2017 - Hydro Dynamics.  Acervo pessoal.

 

Ser Juiz Chefe na FLL te coloca em um time de experts. Cada área terá, portanto, a sua liderança. E todas as 4 áreas (Core, Design, Pesquisa e Arena) tem ainda um Head geral acima, além do comitê. Somos parte de um propósito maior: reconhecer e inspirar, bem como, promover o ambiente adequado para que os times mostrem seus trabalhos com excelência e muita vibração!

Foto: Juízes de arena na Etapa Regional de Minas Gerais 2017 - Hydro Dynamics. Acervo pessoal.

 

Estudar para conhecer as regras em detalhes é o dever de casa de todo Juiz, certamente o Juiz Chefe de Arena vai precisar ter as regras em mãos, para recorrer a ela, sempre guiando os competidores e técnicos para um olhar direcionado para o texto da regra. Isso é básico. 

Mas é o fator humano que torna tudo possível! Por isso, quero nesse texto, valorizar cada um dos voluntários, entre eles os anjos, e também todas as pessoas que tornam o evento possível! São tantos profissionais dedicados, como corpo de bombeiros, equipe de limpeza e muitos outros! Valorizar, em outras palavras, reconhecer. Para que tudo aconteça em sinergia, trabalhamos em equipe, nós (juízes e todos os voluntários e profissionais envolvidos) somos um time!

Na equipe de juiz de arena, uma função que é o "sistema nervoso" do torneio, é do Juiz de Arena Sistema! Posição ocupada por profissional competente na missão que considero de alto grau de dificuldade! Fica aqui um desafio para os colegas, que já assumiram essa posição, para que escrevam um artigo explicando como é ser juiz de arena sistema! 

Por fim, ter o alinhamento com o time de juízes para que todos possam atuar com autonomia e segurança é muito importante. Geralmente, fazemos muitas reuniões. Antes, durante e depois. Nossa segurança se fortalece ao longo do evento, nosso propósito resplandece e transforma todos os participantes! A energia é sempre maravilhosa. Cada torneio é lembrado por nós como um dia de celebração da Educação e da Ciência. 

Essa é minha forma resumida de descrever essa função de liderança. 

Foto: Cerimônia de premiação da etapa regional Pernambuco 2017. Acervo pessoal.

 

Esses anos de voluntariado FIRST, as muitas viagens e a convivência com pessoas incríveis possibilitaram que eu pudesse trabalhar com outros juízes veteranos muito especiais: Adriano Machado e Daniele Ortiz, que sempre me acolheram e me proporcionaram muito conhecimento e reflexão.

Em 2018 tive a oportunidade de atuar como Juiz Chefe na Etapa Nacional junto com eles, montamos um verdadeiro time de elite para enfrentarmos o enorme desafio de realizar uma regional com 83 times. É com enorme gratidão que reconheço esses "monstros" como minhas principais inspirações na arena FLL.

Foto: Juízes chefes de arena na etapa Nacional de 2018 - Hydro Dynamics. (da esq. para dir. Adriano Machado, Daniele Ortiz e Daniel Tiepo). Acervo do fotógrafo Cristiano Costa/Sistema Fibra. 

 

Espero que esse artigo seja inspiração para você também! É muito mais do que robôs! 

Esse artigo foi escrito por Daniel Tiepo, voluntário FIRST desde 2010. 

 


Seja membro da comunidade

Faça o login (no canto superior direito) para ter acesso a materiais exclusivos, receber avisos de novos conteúdos relevantes para você e escrever artigos autorais que serão lidos por todo o público do Camadas Educacionais.

Camadas Educacionais
Daniel Tiepo
Daniel Tiepo Seguir

Pedagogo e professor de história. Atua como especialista da ZOOM education, com experiência em cultura maker, fundador da SER consultoria educacional. Autor de material didático STEAM. Apresentador F1 in Schools. Voluntário FIRST desde 2010.

Ler conteúdo completo
Indicados para você