[ editar artigo]

Evasão de alunos e a troca de escolas em 2019

A educação básica é essencial para o desenvolvimento de qualquer criança e adolescente. É a partir disso que a sociedade consegue formar cada cidadão para viver bem e com capacidade de conquistar seu espaço no mercado de trabalho. Mas isso tudo é interrompido quando existe o problema da evasão de alunos das escolas.

Pelos dados do Censo Escolar 2018, podemos ver que houve uma queda de 1,3 milhão de alunos matriculados nas escolas, totalizando 2 milhões de crianças em idade escolar que estão fora da escola. Desde 2014, a queda no número de matrículas já chega a 7,1%.

O que mais preocupa são os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad) de 2018. Lá, nós vemos que mais de 52% dos brasileiros com 25 anos ou mais não conseguiu concluir a educação básica, que vai até o ensino médio. E a maior parte dentre eles, cerca de 33%, nem sequer chegaram ao fim do ensino fundamental.

Principais fatores que influenciam na evasão de alunos das escolas

Existe uma série de fatores que interferem na evasão de alunos das escolas atualmente. As principais são:

  • Dificuldade para se deslocar até a escola;
  • Custos envolvidos com transporte e materiais;
  • Necessidade de trabalhar desde cedo;
  • Dificuldade no aprendizado.

Falando sobre essas dificuldades, também é importante notar que outra movimentação vem acontecendo com mais frequência: a mudança de escola.

3 fatores que levam os alunos a trocarem de escola em 2019

1. Queda no valor das mensalidades para inserir disciplinas optativas

Outra mudança que causa impacto na escolha de fazer uma mudança de escola nesse ano de 2019 é o fato de boa parte das escolas estarem mudando sua estratégia de cobrança e também de ensino.

É mais comum encontrar unidades que, ao invés de cobrar altos valores nas mensalidades para oferecer uma série de disciplinas diferenciadas, estão reduzindo esse valor para passar a oferecer elas separadamente, fazendo parte de uma grade extracurricular.

2. Procura por escolas mais modernas

Estamos vivendo em uma época de grande avanço tecnológico. E ter inserido nas escolas uma educação conjunta, que usa as soluções e ferramentas mais avançadas para apoiar no ensino dos alunos, faz toda a diferença e já explica a movimentação de mudança de escola.

Os pais estão cada vez mais atentos a essa característica importante, e já faz parte das iniciativas das escolas se atentarem para esse detalhe. Afinal, não há espaço melhor para educar sobre o uso consciente das novas tecnologias.

3. Ensino que faça pensar, e não focado apenas nas notas

Outro grande diferencial para os pais é encontrar ambientes escolares que proporcionem para os filhos a criação de um pensamento crítico. É importante ter um espaço para aprender a pensar e discutir assuntos importantes, e não apenas estudar para provas e passar de ano por causa das notas.

Gostou de saber mais sobre o tema de evasão de alunos e como os pais estão cada vez mais preocupados com a escolha do lugar certo para a educação dos filhos? Então siga agora a nossa página do Instagram para acompanhar todas as novidades e novos conteúdos das escolas do futuro!

 


Seja membro da comunidade

Faça o login (no canto superior direito) para ter acesso a materiais exclusivos, receber avisos de novos conteúdos relevantes para você e escrever artigos autorais que serão lidos por todo o público do Camadas Educacionais.

Camadas Educacionais
Ler conteúdo completo
Indicados para você