[ editar artigo]

Educação 4.0: tudo o que você precisa saber sobre o tema

Educação 4.0: tudo o que você precisa saber sobre o tema

As inovações tecnológicas digitais implantadas nas indústrias e nas suas linhas de produção deram origem ao termo Indústria 4.0, uma referência feita à quarta revolução industrial. Já na educação, temos a Educação 4.0. Já tinha ouvido falar nela? Conhece o termo?

Hoje existem uma série de dúvidas comuns sobre o assunto, como por exemplo:

  • O que é Educação 4.0?
  • Quais são suas vantagens?
  • E quais as desvantagens?
  • Como aplicá-la na instituições de ensino?

Para tirar todas essas dúvidas sobre um tema que é tão importante não só para o futuro, mas para o momento atual na educação, preparamos este conteúdo completo, que vai ajudar a entender todos os detalhes da Educação 4.0!

O que é Educação 4.0?

Inovação. Essa é a palavra-chave para entendermos o propósito da Educação 4.0. Afinal de contas, a tecnologia está gerando revoluções em diversas áreas do conhecimento e nas ações de educação isso não poderia ser diferente.

Na prática, a Educação 4.0 usa ferramentas e recursos baseados em tecnologia para impulsionar o ensino de maneiras não tradicionais. Isso significa que os alunos não estão apenas nas salas de aula tradicionais, aprendendo com professores e usando os famosos livros didáticos, canetas e cadernos.

Em vez disso, a Educação 4.0 cria a possibilidade de você ter alunos remotos, que acessam suas salas de aula usando a internet, participando de conversas por vídeo para aprender com materiais mais dinâmicos, a maioria em formato digital.

O melhor de tudo é o respeito que se coloca com todos os colegas, que podem ou não estar aprendendo no mesmo ritmo. Existem inclusive medidas de desempenho para identificar essa diferença através da tecnologia.

Existem alguns pontos chave que podem descrever o futuro da Educação 4.0:

  • Ela atenderá à necessidade da Indústria 4.0, permitindo que a força de trabalho se desenvolva para utilizar as novas máquinas e para explorar novas possibilidades
  • Ela irá focar no potencial das tecnologias digitais, conteúdos de código aberto e dados personalizados, no intuito de preparar todos os alunos para esse mundo globalmente conectado e orientado pela tecnologia
  • Ela irá criar um modelo completamente novo para melhorar o processo de aprendizagem, tanto nas escolas quanto nos locais de trabalho

Vantagens e desvantagens da Educação 4.0

Assim como qualquer outro tipo de mudança de cenário, a Educação 4.0 também possui uma série de vantagens e desvantagens que devemos observar para entender seus benefícios e o que ainda precisa ser melhorado.

Vantagens

  • Uso de conteúdos interativos nas aulas: jogos para educar, aparelhos de realidade virtual, vídeos em 360º e várias outras tecnologias interativas podem ser utilizadas para passar conhecimento e engajar os alunos durante as aulas dentro da inovação da Educação 4.0
  • Desenvolvimento preparado para as rápidas mudanças: não conseguimos prever o que vai surgir de tendência em dois ou nem mesmo em um ano. Mas a partir das ações da Educação 4.0, os alunos passam a ficar mais preparados para esse novo cenário

Desvantagens

  • Preparação dos professores: uma das desvantagens encontradas atualmente é a falta de preparo dos professores para implementar essa inovação nas aulas. A formação já precisa contemplar essas novas práticas
  • Resistências dos pais: com uma formação mais tradicional, parte dos pais de alunos tendem a resistir às mudanças trazidas pela Educação 4.0. Contudo, é preciso manter um processo contínuo de avaliação de resultados para comprovar as vantagens dos novos métodos de ensino

Leia também: Como melhorar a comunicação escolar com família e alunos?

Como aplicar a Educação 4.0 nas instituições de ensino?

Veremos agora cinco formas diferentes de implementar a Educação 4.0 dentro das escolas, além dos benefícios que essas ações podem trazer.

1. Aprendizagem personalizada

A Educação 4.0 possibilitará o aprendizado personalizado para os alunos, dependendo de suas capacidades. Isso significa que aqueles que estão acima da média serão desafiados com tarefas diferentes em comparação com alunos abaixo da média.

Isso implica que haverá processos de aprendizagem individuais para cada aluno. A ideia é gerar um impacto positivo, já que essa ação permite que os alunos aprendam no seu ritmo. O resultado é um melhor entendimento dos conceitos e um resultado geral superior ao que é visto hoje.

A ação da aprendizagem personalizada também ajuda os professores a identificarem os pontos fortes e fracos de cada aluno individualmente e orientá-los de acordo com isso.

2. Escolha de ferramentas de educação

Uma parte importante da Educação 4.0 será o uso da tecnologia e dispositivos ​​pelos alunos. Essas ferramentas precisam ser simples e intuitivas para que os alunos possam compreender facilmente o que precisa ser feito.

Isso também significa que os alunos poderão ter voz e escolher as ferramentas e técnicas para adquirir os conhecimento. As salas de aula invertidas são exemplos disso.

3. Aprendizagem baseada em projetos

Os alunos de hoje precisarão se adaptar à aprendizagem baseada em projetos e estilos de trabalho focados na entrega de uma determinada solução. Eles precisarão aprimorar suas habilidades e aprender como aplicar seus conhecimentos conforme cada situação.

Todos devem estar familiarizados com o aprendizado baseado em projetos durante o ensino médio. Esta parte da Educação 4.0, ao ser aplicada nas instituições de ensino, ajudará nas habilidades organizacionais, de gerenciamento de tempo e habilidades colaborativas, que podem ser fundamentais nas suas carreiras acadêmicas ou no mercado de trabalho.

4. Análise de dados

Há pouco tempo, os analistas costumavam coletar e classificar dados manualmente. Mas hoje em dia, esse é um trabalho feito através do uso de computadores cada vez mais potentes. A demanda agora é por pessoas que consigam analisar e ter insights estratégicos sobre esses dados, um aprendizado que já se inicia com a Educação 4.0.

Um dos papéis dessa inovação é preparar os alunos para aplicar o conhecimento teórico e usar o raciocínio lógico para examinar os padrões e prever tendências.

5. Mudanças no padrão de avaliações na escola

O padrão atual de aprendizado, onde os alunos apenas memorizam as informações dadas no currículo escolar e tentam reproduzir nas provas, não será mais a tendência com a Educação 4.0. É essencial entender que um exame tradicional de escrita pode não ser suficiente para atender às necessidades futuras dos próprios alunos.

Isso significa que as avaliações, como parte da Educação 4.0, não serão baseadas somente nos padrões atuais. Isso será feito através da análise da jornada de aprendizagem de cada aluno, por meio de projetos ou trabalhos de campo práticos e experimentais.

Conclusão sobre a Educação 4.0

Todas essas ações fazem parte do momento atual, onde a Educação 4.0 é a chave para criar um futuro não só com profissionais mais preparados para superar os desafios do mercado de trabalho, que passará por inúmeras mudanças, mas também da sociedade como um todo.

Se você entende essa importância, já está na hora de iniciar o processo de inovação para levar essa mudança para dentro das salas de aula.

Agora que já sabe tudo sobre o tema, é importante conhecer também uma série de mitos e verdades sobre a Educação 4.0 para não ter mais nenhuma dúvida sobre o assunto. Então acesse nosso conteúdo completo agora mesmo!

 

Foto por Markus Spiske em Unsplash

 


Gostou do texto? Seja membro

Faça o login (no canto superior direito) para ter acesso a materiais exclusivos, receber avisos de novos conteúdos relevantes para você e escrever artigos autorais que serão lidos por todo o público do Camadas Educacionais.

A comunidade é mantida pela Layers Education, referência em soluções de tecnologia para as escolas. Visite o site e conheça!

 

Camadas Educacionais
Ler conteúdo completo
Indicados para você