[ editar artigo]

6 principais dúvidas sobre a BNCC

6 principais dúvidas sobre a BNCC

Uma das principais novidades do país quando falamos de mudanças é em relação à educação, com a nova BNCC (Base Nacional Comum Curricular). E por justamente contar com uma série de novidades, é comum que coordenadores e diretores de escolas tenham dúvidas sobre alguns pontos presentes na BNCC.

O Ministério da Educação espera que a Base Curricular Comum Nacional alcance efetivamente as salas de aula em 2019, depois de passar por um longo processo de elaboração, contando também com a colaboração de professores e especialistas.

É por isso que neste conteúdo vamos apresentar as respostas para as principais dúvidas que você pode ter sobre a BNCC. Confira os detalhes!

6 perguntas sobre a BNCC que você precisa conhecer

A Base Curricular Comum Nacional (BNCC), que fornece as diretrizes para escolas públicas e privadas de todo o Brasil, é um documento que precisa ser seguido para alinhar o modelo de ensino e aprendizagem no Brasil.

Mas essa orientação recente para os currículos escolares também traz dúvidas. Veja as 6 principais:

1. Para que serve a nova BNCC?

Além de estipular o que deve ser aprendido a cada ano para cada campo do conhecimento, o documento da BNCC estabelece dez habilidades gerais que devem ser desenvolvidas ao longo da vida escolar do aluno.

Entre essas habilidades está a capacidade dos alunos de se reconhecerem e se valorizarem, cuidando de sua saúde física e mental, reconhecendo suas próprias emoções e as dos outros. Ela ainda busca inserir o mercado de educação nacional no contexto da Educação 4.0 que já é realidade ao redor do mundo.

O objetivo de estabelecer essas habilidades é o de alcançar o chamado desenvolvimento humano total, indo além dos conhecimentos técnicos.

2. Como adequar o currículo à BNCC?

O documento da base nacional indica tanto quais são os objetivos de aprendizagem como qual o período que eles devem ser desenvolvidos. E por conta disso, existe um processo de adequação por parte das instituições.

Nesse caso, tanto o treinamento inicial para os professores quanto o contínuo, assim como as condições de trabalho e os materiais de ensino, devem ser repensados ​​para que os profissionais possam lidar com as mudanças da BNCC. Isso também passa pela inserção das metodologias ativas no dia a dia dos profissionais de ensino.

3. Como vai funcionar a educação integral?

Um dos quesitos mais importantes da BNCC é a educação integral. Mas, diferentemente do que muitos acharam, esse termo não representa o ensino em tempo integral. Ele traz para o documento a importância de entregar o total de competências necessárias para que os alunos possam se desenvolver como um cidadão completo.

Devemos pensar na educação integral como a ação de promover as habilidades que ajudem os estudantes a alcançarem a felicidade através de pontos como:

  • Sucesso profissional;
  • Habilidade para resolver problemas;
  • Criatividade;
  • Melhora na capacidade de comunicação;
  • Habilidades de argumentação;
  • Sucesso pessoal.

Esse desenvolvimento não será aplicado com disciplinas específicas, mas sim com um conjunto de ações em todas as disciplinas que juntas podem alcançar esse objetivo.

4. Por que a BNCC é importante?

A BNCC também exige que os alunos sejam educados a assumir um papel mais autônomo como sujeitos sociais. E ela é fundamental para todos os alunos porque ajuda a construir diversas habilidades desde a sua educação básica.

Entre as habilidades a serem promovidas, está a capacidade de exercer sua curiosidade intelectual e recorrer a abordagens científicas, itens essenciais para as próximas etapas da vida como estudante e também da vida adulta.

Tudo isso inclui ainda as capacidades de:

  • Investigar;
  • Deliberar;
  • Analisar criticamente as situações;
  • Imaginação;
  • Pensamento criativo;
  • Elaborar e testar teses;
  • Resolver conflitos;
  • Encontrar soluções baseadas em conhecimentos de diferentes áreas.

5. O que muda na prática?

Depois de já tirar dúvidas de como funciona e de qual a sua real importância na educação brasileira, você ainda pode estar em dúvida sobre o que muda na prática, correto?

Nesse caso, como existe uma série de mudanças, vamos apresentar por partes as principais:

Entrada de tecnologia nas salas de aula

Uma das mudanças de maior destaque está no avanço do uso de tecnologias no dia a dia de aprendizagem das turmas.

A ideia é aproximar tanto os alunos como os professores das principais soluções disponíveis no mercado, que auxiliam o desenvolvimento de competências essenciais. Isso passa pelo uso de tecnologias para comunicação e resolução de problemas, como os aplicativos.

O acesso à internet passa então a ser um requisito essencial para as instituições de ensino, já que as novas práticas dependem da conectividade na rede para funcionar bem.

Mais protagonismo para os alunos

Antes da BNCC, a educação é baseada na passagem de informações pelo interlocutor, que é o papel do professor, para os receptores, que são os alunos. Mas com a mudança, a prática das aulas passa a ser diferente.

Os estudantes ganham um papel de protagonismo, sendo portadores de conhecimento assim como o professor. Na verdade, a sala de aula passa a contar com um facilitador e tutor, e não mais com um único detentor do conhecimento.

Essa mudança é causada pelo volume de informação que as crianças já conseguem trazer de aprendizado para as aulas.

6. Como adequar minha instituição?

Por fim, a dúvida de como adequar as instituições a essa nova realidade da educação brasileira pode ser respondida com a mudança no planejamento escolar.

Nesse planejamento, o primeiro passo é deixar claro para todos que o novo papel do professor é a atuação como tutor. E, logo depois, é preciso pensar a longo prazo de que forma a escola vai investir na entrada de novas tecnologias para o ensino.

Mas não menos importante está as formas de avaliação. Como a própria BNCC indica, os registros de avaliação serão utilizados como referência para melhorar o desempenho da escola, dos professores e dos alunos. Isso passa por ações que avaliem não só os conhecimentos formais mas também o contexto geral.

Chegando até aqui, você conseguiu tirar todas as suas dúvidas sobre a BNCC? Tem mais alguma coisa que gostaria de saber sobre o tema? Então aproveita para baixar o nosso Checklist para se adequar à BNCC e também deixar o seu comentário sobre o assunto aqui abaixo!

 

Foto por Kimberly Farmer em Unsplash

 


Gostou do texto? Seja membro

Faça o login (no canto superior direito) para ter acesso a materiais exclusivos, receber avisos de novos conteúdos relevantes para você e escrever artigos autorais que serão lidos por todo o público do Camadas Educacionais.

A comunidade é mantida pela Layers Education, referência em soluções de tecnologia para as escolas. Visite o site e conheça!

 

Camadas Educacionais
Ler conteúdo completo
Indicados para você