[ editar artigo]

5 boas práticas do gestor escolar de sucesso

Você já se perguntou como um gestor escolar pode contribuir com o sucesso da comunidade escolar?

Educação é assunto sério. É nas escolas que as crianças passam grande parte do seu tempo. Especialmente aquelas que estudam em período integral. Essa experiência precisa ir além de um passar tempo. O que elas vão aproveitar, o impacto gerado a partir das experiências escolares vai impactar toda a construção da vida dessas crianças, e, claro, adolescentes. Para ser um bom gestor escolar precisa ter essa ideia de educação bem clara.

Como desenvolver um ambiente escolar de qualidade, agradável, que respeite as diferenças, que incentive cada aluno a ser o seu melhor? Como incentivar, que cada aluno seja capaz de se desenvolver da forma mais completa possível?

O papel central para que todos esses objetivos sejam alcançados concentra-se na figura do gestor escolar. É ele que precisa saber como conduzir, e conciliar, todas as atividades escolares.

Mas como ser um gestor escolar de sucesso? Nós, da Layers Education , temos experiência quando o assunto é excelência, qualidade e tecnologia. Por isso elaboramos algumas dicas para ajudar os gestores escolares a alcançarem o almejado sucesso.

Boas práticas do gestor escolar de sucesso

Foco no Planejamento

O primeiro passo de um gestor escolar deve ser a elaboração de um planejamento estratégico. Tudo o que fazemos na vida, caso desejemos alcançar sucesso, precisa ser pensado, elaborado. A boa gestão escolar depende dessa etapa também. Para se ter sucesso é preciso saber o que se quer e o que se pode fazer.

Separamos quatro dicas importantes:

1 – Ao planejar, o gestor precisa levar em consideração as ações de curto, médio e longo prazo. É preciso também levar em consideração as tendências do mercado e as tecnologias disponíveis - que podem e devem ser utilizadas.

2 – Ao elaborar o planejamento é preciso também levar em conta a questão financeira. É muito comum em uma instituição de ensino se deparar com alunos inadimplentes. Uma dica para evitar essa situação é criar uma política de inadimplência.

3 – É preciso também prestar atenção nos gastos e estabelecer um controle que evite desperdícios.

4 – A contratação de uma boa equipe é outro cuidado que deve ser levado em conta na hora de planejar uma unidade de ensino. O gestor escolar precisa prestar atenção na seleção da equipe para evitar a rotatividade de profissionais. Os professores, por exemplo, se relacionam de forma direta e constante com os alunos e precisam ter experiência, saber lidar com pequenos conflitos, ter facilidade na comunicação. Lembre-se: o professor influencia diretamente na permanência do aluno na escola.

Equipe de gestão

Outra boa prática que deve ser exercitada pelo gestor escolar é a formação de uma equipe que o auxilie na gestão. Essa equipe será fundamental para ajudar no desempenho das funções escolares. Por isso é importante que seja elaborada com cuidado.

É importante que esse grupo não seja grande, que tenha reuniões periódicas e que ajudem o gestor a identificar as falhas e adequações. Também que consigam perceber o que está dando certo e os motivos disso.

Parte importante dessa equipe são os coordenadores de turno. Eles são essenciais para a percepção e resolução de pequenos conflitos que possam surgir no cotidiano escolar.

Outra sugestão importante é a criação de dois cargos de vice-diretores. Eles poderão atuar nos diferentes turnos escolares e podem auxiliar o gestor no acompanhamento de projetos, contato com os pais e também na supervisão docente.

Aqui também é importante lembrar a necessidade de reunião de equipe. O indicado é que este grupo se reúna semanalmente e avalie como está o desempenho das tarefas.

Bom relacionamento 

Ter um bom relacionamento é indispensável em qualquer relação de trabalho. Porém, algumas funções colocam o bom relacionamento como uma necessidade. É o caso do gestor escolar. Ele precisa estar atento e saber praticar uma comunicação escolar que seja eficiente.

É preciso levar em consideração que a escola não é um ambiente burocrático. O gestor deve ter a habilidade de saber se relacionar bem com os alunos, pais, com os professores e mesmo estado. Saber fazer essa ligação vai fazer do desempenho da escola e, consequentemente, o aprendizado, um processo natural.

Neste ponto também é preciso lembrar que o ambiente escolar é formado por uma equipe. Os professores são peças fundamentais na equipe. O gestor precisa saber como capacitar o corpo docente para que ele seja capaz de se relacionar com os pais. Com isso, evita-se a burocracia e também que tudo, desde um bate-papo com um pai, se torne responsabilidade do gestor.

Cuidado com o patrimônio

Um ambiente bem cuidado demonstra o compromisso que a escola tem com o aprendizado dos alunos. O gestor escolar precisa estar atento ao patrimônio e à estrutura. Paredes e carteiras riscadas, quadros manchados, quadras esportivas ou dependências que precisam de pintura. Esses são alguns exemplos de situações que podem ser corriqueiras em uma unidade escolar.

Cabe ao gestor resolver com rapidez e agilidade essas situações e demonstrar aos alunos, e pais, que há um cuidado com o ambiente. Além disso, ao manter o patrimônio preservado, o gestor está passando para toda a comunidade escolar a mensagem de que a escola se preocupa com qualidade do ambiente e do estudo.

Novas tecnologias e inovação

O bom gestor escolar precisa estar atento às mudanças que ocorrem na comunidade escolar e também ao avanço tecnológico. Constantemente, o mercado cria novas regras acadêmicas, novas tendências.

A tecnologia pode se tornar o principal aliado de um gestor de sucesso. A informatização da emissão de certificados, uma biblioteca informatizada, agenda escolar digital, canal de contato com os pais. Esses são apenas alguns exemplos de como a escola pode se tornar mais ágil, atrativa, útil para pais, alunos e profissionais. Além disso, ao informatizar os serviços da escola o gestor otimiza o seu tempo e pode direcionar seus esforços.

Além da agenda digital, o avanço tecnológico possibilita ao gestor contratar uma ferramenta que crie uma microloja personalizada para a escola. Com isso é possível a configuração de estoque de produtos, disponibilidade de produtos e o gerenciamento de vendas.

Outro aliado do gestor escolar é a gestão de matrículas da divulgação ao pagamento. Com essa ferramenta é possível acompanhar pedidos e mensalidades, além de fazer a cobrança mensalmente de forma automática e sem utilizar o limite do cartão de crédito do responsável.

Contudo, diante de tantas opções, do surgimento constante de novas ferramentas e aplicativos, como saber qual a melhor opção para sua escola?

Convidamos você, que quer ser esse gestor escolar de sucesso, a conhecer a plataforma Layers Education. Somos apaixonados por tecnologia e podemos ajudar a melhorar o desempenho da sua escola.

 


Seja membro da comunidade

Faça o login (no canto superior direito) para ter acesso a materiais exclusivos, receber avisos de novos conteúdos relevantes para você e escrever artigos autorais que serão lidos por todo o público do Camadas Educacionais.

Camadas Educacionais
Ler conteúdo completo
Indicados para você