[ editar artigo]

3 Dicas para pensar o futuro da educação em sua escola além do EAD

3 Dicas para pensar o futuro da educação em sua escola além do EAD

 

Não é possível negar que todo este contexto que vivemos da pandemia do COVID - 19  nos últimos meses causou diversas transformações na maneira como a tecnologia é inserida na educação básica. Professores e alunos tiveram que se adaptar a novas tecnologias e novas formas de ensino, em um contexto em que foram forçados a dar aulas não presenciais.

No entanto, somente a digitalização de um modelo tradicional de aulas não é suficiente para acelerar a transformação do processo de ensino das escolas dadas as necessidades que as mudanças sociais e culturais impuseram nos últimos anos. Neste contexto deveria ser de preocupação da escola o apoio às famílias na formação de cidadãos mais cientes de seus direitos, deveres e responsabilidades sociais.

É extremamente importante encontrar técnicas e metodologias diferentes para atuar no desenvolvimento cognitivo e no aprimoramento das habilidades intelectuais dos alunos com o intuito de melhorar seu senso de comprometimento com o autocuidado, com a comunidade em que vive e com o mundo ao seu redor.

Para te ajudar nessa missão selecionamos 3 tendências inovadoras a serem trabalhadas em sala para acelerar o processo de transformação do ensino de sua escola.

1. Fomentar competências socioemocionais.

O desenvolvimento psíquico humano é mediado por múltiplos fatores: sociais, culturais que são históricas, biológicas que são evolutivas, e pessoais que são ontogenéticos. O que significa inferir que o desenvolvimento humano não parte apenas de uma maturação biológica, senão que é produto da educação e da interação com a comunidade. Dessa forma, percebe-se que os processos afetivos e emocionais são essenciais na mediação com os processos cognitivos.

O mundo está em constante transformação, o que impede o ensino dos conteúdos específicos necessários para as profissões do futuro, portanto, o aluno de hoje tem que aprender a ser maleável, aprender a encarar os desafios e se adaptar diante das necessidades de uma realidade em constante transformação. Competências socioemocionais como por exemplo comunicação, empatia, autoconhecimento, autocuidado, argumentação e resiliências são cruciais para encarar os desafios pessoais e profissionais do futuro. 

Charles Fadel, Professor de Harvard e fundador do Center for Curriculum Redesign, em seu livro “Four-Dimensional Education”, defende que as competências que os alunos precisam para terem realizações depende de quatro dimensões, e somente o conteúdo, por si só, é insuficiente nesse processo.

As dimensões apresentadas pelo pesquisador são as seguintes:

Competências: o objetivo do ensino é fazer com que o aluno saiba aplicar o aprendizado em outro contexto, isso define o aprendizado como o uso produtivo de habilidades e motivações. Aqui cabe o contexto das competências socioemocionais.

Caráter: aquisição e fortalecimento de virtudes, valores e capacidade de fazer escolhas sábias para uma sociedade próspera. 

Conteúdo: além de apresentar o conteúdo, ou seja, a matéria socialmente requerida para o conhecimento dos alunos, é preciso fazer relações entre elas. A informação por si só não basta, é preciso saber analisar.

Meta-Aprendizado: O intuito dessa dimensão é focar na reflexão do aluno para ele aprender sobre seu processo de aprendizagem e dessa forma internalizar uma mentalidade de constante aprendizagem que o incentive a se empenhar e aprender a adaptar seu aprendizado e comportamento com base em seus objetivos

2. Incluir games e brincadeiras no processo pedagógico.

Neste momento de elaboração de processos cada vez mais personalizados e engajantes de aprendizagem, uma discussão tem se tornado um ponto desafiante para todos os envolvidos na educação: Estamos conseguindo tocar esse aluno de uma forma subjetiva e significativa?

Jogos, tecnologias e recursos lúdicos são estratégias que tem ganhado muito espaço na tentativa de se aproximar da linguagem que os jovens do século XXI já são fluentes para promover diversão e uma relação afetiva com o processo de aprendizagem.

A disciplina requisitada para sustentar certos processos de aprendizagem dentro e fora de sala de aula tem um efeito deletério nos alunos de todas as idades quando mantidas por mecanismos coercitivos e empobrecidos de significado aos alunos.

Para que a experiência de aprendizagem seja produzida na relação com os alunos, podemos hoje contar com recursos que extrapolam a assimilação intelectual de conteúdo: podemos gerar experiências prazerosas e socializantes através de processos e ferramentas lúdicas que vão integrar o intelecto com o sistema límbico afetivo, tão importante na vida de qualquer jovem. 

3. Abordagem interdisciplinar na educação.

Os desafios complexos impostos pelas mudanças sociais e culturais da atualidade exigem cada vez mais uma formação interdisciplinar para adequação do processo de ensino a essas demandas. Cada vez mais o aprendizado dentro de sala de aula deve ser englobado dentro de uma contexto macro com conexões horizontais, do que deixado dentro de uma caixinha isolada de um conteúdo específico.

 Neste sentido, a introdução de tecnologias digitais e da informação podem ajudar na formação de um ambiente mais colaborativo e interativo, auxiliando no acesso a novas informações e conteúdos conectando as áreas específicas entre si e às conectando com o contexto atual e de projeto de vida dos alunos.

É necessário se atentar no entanto, que somente o uso de tecnologia por si só não garante uma abordagem mais interdisciplinar, no entanto, a utilização da tecnologia como forma de fomentar discussão e reflexão, criar relações horizontais em diversos temas e deixar o aluno como protagonista no processo de aprendizagem ajudam muito nessa abordagem.


Fernando Machado é CEO e fundador da Mooney Edu, Startup que envolve tecnologia e gamificação para ensinar alfabetização financeira e socioemocional de maneira interdisciplinar nas escolas. 

www.mooneyapp.com.br

 

Referências:

Four-Dimensional Education:Charles Fadel; Maya Bialik; Bernie Trilling.

https://camadaseducacionais.com.br/blog/as-tecnologias-e-a-abordagem-interdisciplinar-na-educacao

https://escolasexponenciais.com.br/tendencias-e-metricas/ideias-para-escola/

 


Gostou do texto? Seja membro

Faça o login (no canto superior direito) para ter acesso a materiais exclusivos, receber avisos de novos conteúdos relevantes para você e escrever artigos autorais que serão lidos por todo o público do Camadas Educacionais.

A comunidade é mantida pela Layers Education, referência em soluções de tecnologia para as escolas. Visite o site e conheça!

Camadas Educacionais
Fernando Machado
Fernando Machado Seguir

Administrador pela FEA/USP e Master em Finanças Corporativas pela FGV. Apaixonado por empreendedorismo e educação. Movido pelo propósito de mudar a qualidade de vida das famílias através da educação financeira na Startup Mooney Edu.

Ler conteúdo completo
Indicados para você